(54)2103.3333

Procedimento inédito no Hospital de Clínicas para ressecção de ameloblastoma é realizado com sucesso

Técnica inovadora permitiu a reconstrução imediata de extensa área mandibular.

 

Considerado relativamente raro, o ameloblastoma é um tumor que se desenvolve na região da mandíbula e possui grande interferência na qualidade de vida do paciente. “O ameloblastoma é um tumor de origem epitelial que representa em torno de 23% dos tumores odontogênicos (aqueles derivados de estruturas dentárias). É localmente invasivo, agressivo e com uma taxa de recidiva de até 50%. Geralmente é assintomático nos estágios iniciais. Normalmente seu diagnóstico é feito de forma tardia, já com grandes proporções quando surgem os sintomas de dor, inchaço e desconforto local.” explica o cirurgião buco-maxilo-facial, que atua no Hospital de Clínicas, Dr. Renato Sawazaki.

 

Um procedimento inédito na instituição para ressecção de ameloblastoma com implantação de prótese sob medida foi realizado com sucesso no Hospital de Clínicas de Passo Fundo em dezembro de 2019. A técnica permitiu a reconstrução imediata de uma extensa área mandibular, reduzindo as sequelas estéticas e funcionais ocasionadas pelo tumor.

 

O cirurgião buco-maxilo-facial, Dr. Renato Sawazaki esclarece que o procedimento inovador na área de cirurgia buco-maxilo-facial foi realizado pela primeira vez no Hospital de Clínicas, sendo utilizada uma prótese de grande extensão. “Geralmente a ressecção de tumores como o ameloblastoma acarreta em importantes sequelas estéticas e funcionais. Neste caso específico a paciente perdeu, devido o tumor, a metade direita da mandíbula (corpo, ângulo, ramo ascendente e ATM). Isto geraria uma sequela mutilante na face comprometendo a mastigação, deglutição, fala, mímica e estética facial de uma jovem.” esclarece o cirurgião buco-maxilo-facial.

 

O especialista destaca o resultado do procedimento. “A paciente foi beneficiada por uma cirurgia que tratou de fato um dos mais agressivos tumores benignos da face sem gerar deficiências importantes. As únicas sequelas de todo procedimento foram a parestesia (perda de sensibilidade) do lábio inferior direito e dos dentes do lado direito da mandíbula e a perda de quatro elementos dentários envolvidos no tumor.” avalia Dr. Renato Sawazaki.

 

O cirurgião explica que o planejamento cirúrgico com maior precisão foi realizado através do processo de fluxo digital, com a impressão de uma prótese sob medida.  “Para este nível de resultado, o caso foi planejado através de um conjunto de processos chamados Fluxo Digital. Os arquivos digitais obtidos pela tomografia computadorizada e pelo escaneamento da arcada dentária foram manipulados em um software específico gerando um modelo fidedigno da face da paciente. Através deste fluxo foi possível simular diversas alternativas cirúrgicas e o melhor desenho de uma prótese customizada que iria substituir com precisão todo segmento anatômico comprometido pela lesão.”

 

O fluxo digital permite maior fidelidade, através de imagens 3D, além de precisão na impressão, sendo uma tecnologia diferencial na tomada de decisões da equipe e planejamento cirúrgico. “Ao final deste estudo foram gerados guias cirúrgicos através de impressoras 3D e uma prótese sob medida de titânio, liga de cromo-cobalto e polietileno esculpidos em um torno CNC de 5 eixos. Todo esse processo permitiu que a cirurgia fosse assertiva na remoção do tumor e suas margens de segurança além de permitir que houvesse apenas uma incisão de 2 cm próxima a orelha e todo restante por incisões intra-orais reduzindo riscos de paralisia facial e cicatrizes pela cirurgia.  Futuramente planeja-se procedimentos de reconstrução óssea e implantes dentários para reabilitar a região acometida.” explica.

 

Os resultados estéticos e funcionais para a qualidade de vida do paciente despontam entre os benefícios desta técnica. “Existem outras técnicas descritas para reconstrução dos segmentos de mesmas proporção como enxerto de costela e enxertos microvascularizados, mas como neste caso havia a necessidade de reconstrução de toda a articulação têmporo-mandibular e com uma alta demanda estética-funcional da paciente, a técnica descrita trouxe inúmeros benefícios como já descritos.” pontua Dr. Renato Sawazaki.

 

Participaram do procedimento os cirurgiões buco-maxilo-faciais, Dr. Leandro Eduardo Klüppel (Curitiba/PR), Dr. Davi Blum, Dr. Mateus Giacomin; a Patologista Gisele Rovani (UPF), IPPF, os anestesistas Dr. Joaquim Vieira e Dra. Taisa Blum Lopes. A ortodontista Dra. Juliana Caroline Cardoso Sawazaki, enfermeira Sabrina Balssanelli Bueno, médica nutróloga Débora Boscatto e toda equipe multiprofissional do Hospital de Clínicas e da Studio Dental Clinic.


Últimas notícias

Hospital de Clínicas de Passo Fundo - Rua Tiradentes, 295
CEP 99010-260 - Passo Fundo/RS
Tel. (54) 2103.3333
Ver no mapa

Design - Comunicação Social HCPF // Desenvolvimento da aplicação - Metasig

Desenvolvimento Metasig

   Consultas    Exames